Autor Tópico: Levedo de Cerveja  (Lida 51319 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Levedo de Cerveja
« em: Julho 07, 2007, 12:08:40 »
Primeiramente: http://www.portalverde.com.br/alimentacao/beneficios/levedo.htm


Voltei a ser vegetariana por N motivos (bom, sou Ovo-Lacto-Vegetariana, pois consumo leite e seus derivados ,bem como ovos, mas me abstenho de carnes e produtos alimentícios, aluns não, derivados da morte de um animal.... Mais pra frente, talvez eu siga a dieta macrobiótica). E eis que, durante uma compra típica de um vegeratino/vegan/macrobiótico, fui a seção de cereais, biscoitos & cia no Wal Mart e me deparei com esse ser peculiar chamado Levedo de Cerveja (ou Levedura).

Claro que me lado etílico me deixou curiosa, bem como o meu lado vegetariano, pois já sei dos tantos benefícios que a cevada (seja ela pura, torrada, na cerveja ou o levedo de cerveja mesmo) traz para a saúde. Inclusive, há um bom tempo, comprei um pacote de cevada torrada, proprício para se fazer e tomar que nem café ou adicionar em alimentos - cevada é rica em ferro. Logo, peguei um pacotinho de comecei a ler o valor nutricional do levedo, n oque ele pode ser usado no dia a dia e os seus benefícios.

Gente, essa Maravilha Culinária pode salvar o dia a dia de muitos vegetarinos inciantes (e até mesmo de alguns veteranos), bem como de quem vive tendo anemia ou sofre de diabetes. O levedo de cerveja é rico em vitaminas B, em ferro, fibras, sais minerais e proteínas (mais uma opção de ingestão de proteína a ser adotada pelos vegetarianos, pra fugir um pouco da rotina da soja).

Minha mãe virou e me perguntou se eu tava é querendo engordar quando mostrei a levedura pra ela. Eu ri, pois o efeito que ela traz é justamente o contrário: ela não engorda, e além do mais, pode ajudar na dieta de quem quer emagrecer - é um ótimo regulador da flora intestinal por conta das fibras que possui.

O melhor e tudo é que é um ítem fácil de ser consumido. Pode-se usar em sucos, vitaminas, no se leitinho, na preparação de massas, em sopas ou m qalquer outro pato que você desejar. Obviamente, tem uma dosagem certa por dia, o que é indicado na embalagem do fornecedor do levedo - o meu indica uma colher de sopa por dia, podeno ser de uma só vez ou distribuida entre as refeições.

Tô colocoando essa indicação aqui para vocês acrescentarem tal ítem na listinha de compras de vocês. A levedura é barata e traz muitos benefícios a noss saúde - vide o link que passei acima  as informações que dei aqui. Pra quem vivie na correria e mal se alimenta direito, o levedo é um ótimo auxiliar natural pra balancear seus alimentos e nutrir-se de maneira adequada.  :wink:
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Luinwen

  • Pastel Especial
  • *****
  • Mensagens: 1704
  • Avaliação de posts: +7/-3
  • Considere as aternativas
Re: Levedo de Cerveja
« Responder #1 em: Julho 09, 2007, 11:18:14 »
Eu já usei em comprimidos quando tive uma dor de estômago crônica.
Agora só uso líquida! (Hic!)
O palpite da sua mãe sobre engordar é porque a levedura de cerveja tem vitaminas do complexo B, que notóriamente abrem o apetite.
Minha mãe tinha um gato com problemas de fígado e o veterinário recomendou pastilhas de levedura de cerveja. Ele adorava! Viveu até os 8 anos.
Eu não sou fanática por carne, do tipo "não vivo sem", mas tenho algumas restrições aos extremistas vegans. Tenho um amigo próximo que se tornou vegan e envelheceu uns dez anos em 3. Se a gente (humanos) não fosse onívoro, ainda estava em cima das árvores.  :hihi:
"I´m shieldmaiden, and my hand is ungentle."

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Levedo de Cerveja
« Responder #2 em: Julho 09, 2007, 12:31:13 »
Não vou entrar nessa discussão de "somos/nascemos onívoros, portanto, temos que comer carne mesmo". É o tipo de coisa que nunca tem um fi quando se começa a discutir. E vale lelmbrar que, da mesma forma que teu amigo vegan envelheceu muito após prar de comer carne, muita gente que come carne envelhece rápido demais também e acaba contraíndo um bando de doenças ditas "doenças de idade"; ou seja, é o mesmo que falar que quem bebe vive menos e que não vive mais, ou falar que mulher que brinca de carrinho e joga futebol é homossexual, IMHO.  :hehe:

E vale lembrar que um vegan exclui não somente carnes e derivados da morte de animais (gelatina, por exemplo). Dentro do rol de "não permitido" temos ovos, leite animal, mel e derivados de leite animal. Ou seja, dieta é extremamente radical, muito mais do que a dieta macrobiótica que, em muitos casos, permite o consumo de leite animal e seus derivados, ovos e peixes (de carne branca). m vegan também corta alimentos de empresas que tortam animais de qualquer forma que for. LOGO, a dieta é estrita demais, o consumo de soja e derivados é maior ( soja faz muito bem pra saúde, mas viver só de soja não dá, tem que haver um bom equilíbrio alimentar aí para um vegan não sofrer).

Geralmente, quem é ovo-lacto-vegetariano come muito mais coisas que um vegan, um ovo-vegetariano, um lacto-vegetarino, um macrobiótico (que talvez só perca para os ovo-lacto), um frugivorista ou um crugivorista. =]


Eu simplesmente passo mal com carne. Meu estômoago reclama, meu intestino também, etc. Gordura animal em sí me faz um mal tremendo; e açúcar também é um vilão pra mim, coisa est que tenho que dosar muito bem nas refeições. Logo, tenho que ser vegetariana, mas sem deixar de lado o que os animais produzem (ovos, mel e leite). Peixe até vai, mas se for de água salgada e olhe lá.

E sim, tem também o lado "animais são torturados de forma cruel para satisfazer a gula humana". Eu detesto tortura animal e a forma como muitos animais acabam morrendo para virarem alimentos depois. Sem falar que gado recebe uma quantidade denorme de remédios pra engordar e pra não adoecer; peixes, especialmente de pesqueiros e criadouros, recebem antibióticos humanos pra engordarem. Sempre pensei assim e isso bate com a filosifia de algumas escolas budista: conma somente o necessário pra ti, e isso vale pra comida também. Enfim, é algo longo demais, são muitos os motivos pelos quais me tornei vegetariana (80% motivos de saúde, 20% motivos éticos, ambientais e "animais").


Sobre o levedo e as vitaminas B: não, Lu, minha mãe não deduziu isso por ocnt delas. Ela olha as coisas que eu compro e pensa que são engordativas ou alcóolicas.... quase sempre! :lol:
« Última modificação: Julho 09, 2007, 12:37:49 por Idril »
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Luinwen

  • Pastel Especial
  • *****
  • Mensagens: 1704
  • Avaliação de posts: +7/-3
  • Considere as aternativas
c
« Responder #3 em: Julho 09, 2007, 01:01:29 »
Não vou entrar nessa discussão de "somos/nascemos onívoros, portanto, temos que comer carne mesmo". É o tipo de coisa que nunca tem um fi quando se começa a discutir. (...):hehe:
Idrilsitcha, longe de mim querer entrar numa discussão dessas! Eu apenas tenho um lado meio "pentelho" nesse assunto (já tive namorado vegetariano, eu não enchia o saco dele quanto ao que ele comia mas ele se sentia no direito de encher o meu...)

E vale lembrar que um vegan exclui não somente carnes e derivados da morte de animais (gelatina, por exemplo). Dentro do rol de "não permitido" temos ovos, leite animal, mel e derivados de leite animal. Ou seja, dieta é extremamente radical, muito mais do que a dieta macrobiótica que, em muitos casos, permite o consumo de leite animal e seus derivados, ovos e peixes (de carne branca). m vegan também corta alimentos de empresas que tortam animais de qualquer forma que for. LOGO, a dieta é estrita demais, o consumo de soja e derivados é maior ( soja faz muito bem pra saúde, mas viver só de soja não dá, tem que haver um bom equilíbrio alimentar aí para um vegan não sofrer).
Por isso que explicitei que era vegan, e não ovo-lacto-vegetariano com vc; são hábitos alimentares MUITO diferentes.
Eu simplesmente passo mal com carne. Meu estômoago reclama, meu intestino também, etc. Gordura animal em sí me faz um mal tremendo; e açúcar também é um vilão pra mim, coisa est que tenho que dosar muito bem nas refeições. Logo, tenho que ser vegetariana, mas sem deixar de lado o que os animais produzem (ovos, mel e leite). Peixe até vai, mas se for de água salgada e olhe lá.
Cada um sabe onde o sapato lhe aperta; eu não consigo comer jiló cozido, me dá ânsia - para quê insistir? Assim como não aceito que ninguém me obrigue a comer o que quer que seja, não penso ser certo impôr qualquer tipo de alimento a quem quer que seja - e prometo nunca te convidar para um rodízio numa churrascaria! (apesar de que nesses rodízios costuma ter umas mesas de saladas/frios exuberantes, com sushi, polvo, kani, palmito (pupunha, que ecológicamente correto) e picles dos mais variados).
E sim, tem também o lado "animais são torturados de forma cruel para satisfazer a gula humana". Eu detesto tortura animal e a forma como muitos animais acabam morrendo para virarem alimentos depois. Sem falar que gado recebe uma quantidade denorme de remédios pra engordar e pra não adoecer; peixes, especialmente de pesqueiros e criadouros, recebem antibióticos humanos pra engordarem. Sempre pensei assim e isso bate com a filosifia de algumas escolas budista: conma somente o necessário pra ti, e isso vale pra comida também. Enfim, é algo longo demais, são muitos os motivos pelos quais me tornei vegetariana (80% motivos de saúde, 20% motivos éticos, ambientais e "animais").
Se eu pensar muito nos bichinhos, acabo não comendo.
Enfim, respeito a dieta de cada um; só não dou conta dos vegans "engajados" que ficam tentanto "converter" os outros.
[/quote]
Sobre o levedo e as vitaminas B: não, Lu, minha mãe não deduziu isso por ocnt delas. Ela olha as coisas que eu compro e pensa que são engordativas ou alcóolicas.... quase sempre! :lol:
Coisa de mãe; um dia vc vai ser uma delas...
"I´m shieldmaiden, and my hand is ungentle."

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Levedo de Cerveja
« Responder #4 em: Julho 09, 2007, 11:26:08 »
Ahhh, Lu... Então vou te levar num rodízio de jiló, um dia desses. :rofl:
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Bagrong

  • Padawan de Pasteleiro
  • ******
  • Mensagens: 3687
  • Avaliação de posts: +11/-676
  • Sexo: Masculino
  • Ele não morre jamais!
    • 42
Re: Levedo de Cerveja
« Responder #5 em: Julho 10, 2007, 12:05:00 »
Eu não vivo sem carne. Pra mim sagrado é uma picanha com aquela capinha de gordura, bem temperadinha e bem-passada! Huuum, que delícia.

Btw, se não fosse proibido na minha região, eu aprenderia a caçar. Meu vô caça muito bem. =]

Ah, eu só não gosto de carnes no rolet. Uma vez quando eu era menor teve uma porcada no rolet e algumas pessoas ficavam andando pra lá e pra cá com a cabeça dos porcos, assustando as crianças. E aí eles mordiam a orelha sem nem cortar da cabeça e comiam. Traumatizou. Isso é de mau gosto.

Quanto ao lêvedo de cerveja... bom, eu nunca experimentei, acho. Teve uma vez que tomei um remédio "de cerveja" mas faz tanto tempo que nem consigo lembrar exatamente o que era ou para que era.