Autor Tópico: Campanha Fora Dourado  (Lida 7287 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Campanha Fora Dourado
« em: Fevereiro 19, 2010, 04:05:50 »
Você pode não assistir BBB, achar uma merda completa, mas o assunto e bafão que se segue é de interesse de todos.

Pois é. A campanha "Fora Dourado" está ganhando proporções grandes aqui foram o que mais vi nesta semana foram textos contra o homofóbico, machista e destemperado participante do BBB10.

Não quero discutir agora se Angélica teve ou não razão ao esfregar umas boas verdades na cara dele na discussão que aconteceu terça-feira passada, o que deixou o gaúcho irascível (se quiserem saber do que aconteceu, YouTube, por favor). O que está sendo posto em xeque aqui na SdP são outros fatos:

1 - A Rede Globo e a produção do BBB sabiam que Dourado teve índice récorde de rejeição no BBB4. Sabiam da fama de bad boy, destemperado, homofóbico, preconceituoso, destemperado e muitas outras coisas. Mas mesmo assim resolveram dar uma "segunda chance" pro ex-lutador e o chamaram para ser um dos ex-BBB com possibilidade de entrar na edição 10 do programa. Em suma, a Globo tem culpa sim no cartório com relação a Marcelo Dourado propagar a ignorância e incitação ao ódio em rede nacional, mas se esquiva ao mostrar o participante como santo nas edições que vão ao ar na rede aberta (Rede Globo) e omitir algumas das barbaridades proferidas por ele (só que mtem paper view é quem vê, o uque mrecorre a internet).

2 - Dentre os absurdos ditos por Dourado no Paper View e que foram parar nas edições do BBB pra Globo, cito o imenso absurdo a respeito da transmissão do HIV. Segundo o ex-lutador, que diz ter consultado médicos a respeito do assunto, homens heterossexuais legítimos estão imunes ao HIV, pois somente homens homossexuais contraem a doença devido a prática do sexo anal - e mulheres tem o dobro de chance. O absurdo foi rebatido por Eliane (Lia) e Elenita (Lena), foi msotrado em rede nacional, mas o máximo que a Rede Globo fez foi colocar o Bial no mesmo programa pedindo para as pessoas daqui de fora ignorarem os dizeres de Dourado e irem se informar no site do Ministério da Saúde - esta é uma atitude válida perante um absurdo dito em rede nacional?

3 - Dourado já demonstrou em vários momentos ser homofóbico. Demonstrou ora de forma sutil, ora de forma mais agressiva. Na quarta-feira passada, dia seguinte a briga com Angélica (homossexual assumida), numa conversa com alguns participantes do programa o lutador afirmou que bateria sim em mulher homossexual que desse em cima de namorada dele, o mesmo tratamento que ele daria pra um homem. Não contente com isso, na noite de quarta pra quinta, Dourado disse em alto e bom som que se não houvessem câmeras no programa ele quebraria os dedos de Angélica, a espancaria até não aguentar mais - não pelo fato dela ser lésbica, foi mais pela discussão de terça-feira. TAIS FATOS A GLOBO OMITIU NAS EDIÇÕES QUE SÃO TRANSMITIDAS APÓS A NOVELA VIVER A VIDA, SEQUER BONINHO RESPONDE QUANDO O QUESTIONAM A RESPEITO DESSAS ATITUDES.


Por mais ridículo que achem um programa como o BBB, é fato que grande parte da massa assiste oa programa. Incitação a violência e propagação de absurdos como o sobre a AIDS são inaceitáveis, bem como a omissão completa da maior rede televisiva do país também.

É um retrocesso, é bem brasileiro levar um cara machista e brucutú num programa de TV e queira Deus que não, dar a ele um prêmio de R$1,5 milhões. Bom, num país que se diz "estado laico" mas recebe enorme influência de senadores e deputados evangélicos na hora de aprovar e atrasar leis, já era meio que esperado que a popularidade de tal ser crescesse. Lamentável.

O que mais vejo são nerds, cults, geeks, intelectuais e pseudos tudo isso que citei falarem que A Rede Globo não presta, faz lavagem cerebral; parece um consenso no meio Geek isso, só falar bonito e não mover um dedinho sequer pra tentar mudar um pouco a situação (daí entra o jeito brasileiro "deixa que o próximo resolve pela gente"). Desde 2004 eu digo que a SdP é diferente, e é pra colocar a boca no trombone ao menos a gente faz. O que está ao nosso alcance a gente faz. Já ajuda muito um clique numa enquete ou num CLick Árvore da vida, um formulário ou e-mail enviado para alguma entidade do governo, um tópico aberto recebendo buscas e acessos constantes de ferramentas de buscas e usuários.

São somente os populares que estão contra Dourado? Não. Há artigos de gente famosa na internet e em jornais. Parece que a mãe do Cazuza seja uma das mais célebres a ter se posicionado contra o gaúcho. ONGs, especialmente as ligadas a comunidades LGBTTs estão contra e já se pronunciaram bastante após a história da AIDS.

Mesmo que alguns de vocês sejam anti-BBB, por favor, não custa NADA fazer agum protesto contra essa merda toda. Um básico #foradouradoBEEEEEEEEEEEEEEESHAENRUSTIDAAAAAAAAA no Twitter já vale bastante - por sinal, o Twitter virou uma ótima arma na mão do cidadão e consumidor, já falei mal pacas da Infojobs na minha conta e eles vieram se desculpas comigo, falaram que vão rever uns pontos no site e tudo o mais..  :wink:

Espero não ser ignorada aqui.


LINKS:
http://paradalesbica.com.br/2010/02/campanha-fora-dourado-fora-homofobia/
http://bloglog.globo.com/blog/blog.do?act=loadSite&id=167&postId=21698&permalink=true
http://vidaqueer.wordpress.com/2010/02/10/idiotices-no-ar-dourado-e-sua-tese-sobre-o-hiv/
http://televisao.uol.com.br/bbb/mauricio-stycer/2010/02/19/dourado-e-um-desafio-para-o-curso-de-introducao-a-psicologia-de-botequim.jhtm
« Última modificação: Fevereiro 20, 2010, 03:03:44 por Idril »
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Bagrong

  • Padawan de Pasteleiro
  • ******
  • Mensagens: 3687
  • Avaliação de posts: +11/-676
  • Sexo: Masculino
  • Ele não morre jamais!
    • 42
Re: Campanha Fora Dourado
« Responder #1 em: Fevereiro 19, 2010, 10:58:24 »
Hum... Eu acho que essa coisa com o Dourado é um exageeeeeroo tão sem propósito que até agora nem me valeu a pena entrar na discussão em qualquer lugar. Mãs, como estamos falando disso por aqui e Idril disse que se for ignorada vai matar um, segue meu comentário:

O comentário do Dourado sobre os gays pegaram aids e héteros não pegarem aids foi bem tosco, de fato. Acontece que simplesmente não passa disso, um comentário tosco. O Dourado não é ministério da saúde, nem é formador de opinião só porque ele está no BBB. Ao contrário, ele está lá exatamente com o propósito de ser observado, não de produzir alguma coisa para gente.

O preocupante nessa história toda eu não vi ser comentado em lugar algum: quantas pessoas pensam igual a ele (e já pensavam antes do episódio, né) e por quê? Se essa idéia chegou na cabeça dele como uma verdade absoluta, então talvez o problema central seja a ignorância a respeito de um tema tão importante como a aids. É preciso uma abordagem mais direta ou mais clara a respeito do tema? Ou são apenas alguns grupos que precisam ser conscientizados?

Acho que a preocupação das pessoas devia ser a de identificar problemas no acesso à informações que dizem respeito a aids e, especialmente, corrigir esses problemas antes que mais pessoas se contaminem à toa. Se estão surgindo lendas e enganos a respeito da aids, então estes devem ser corrigidos, crucificar o cara que acreditou seria como xingar alguém porque ele acreditou na loira da banheira que rouba seu rim. Devemos combater a ignorância, não o ignorante.

Isso tudo que ele falou está errado sim, mas vocês podem ver que é informação deturpada, pois parte de algumas verdades, por exemplo:

Citar
O sexo anal costuma ser o que apresenta maior risco de contaminação. A mucosa do ânus/reto, é mais fina que a vaginal e por não apresentar lubrificação natural, está mais sujeita a pequenas lesões durante o ato sexual. Tudo isso favorece a entrada do vírus através da mucosa.

Uma informação como essa, na cabeça de quem já não tem muita massa cinzenta, pode virar um grande causo a respeito dos homossexuais. Isso sem contar como a epidemia de aids nas antigas atingiu em cheio a comunidade gay e tudo mais. Não é difícil perceber de onde vêm essas lendas, sabe?

Simplesmente falta conscientização. Mais do que campanhas "use camisinha", precisa de gente falando claramente e discutindo esses temas abertamente.

Quanto ao resto das acusações ao Dourado, eu também discordo. Nem vejo BBB, mas simplesmente acho que as pessoas não veriam se no programa só tivesse gente politicamente correta, culta e certinha, que não xinga e não fala merda. Acontece que algumas merdas faladas de vez em quando pisam no calo de um ou outro aqui fora, então essa pessoa/grupo começa uma campanha como se ele mesmo não assistisse BBB exatamente pra ver essas porcarias. (deixo claro: não estou me referindo à idril, falo genericamente).

E termino com mais um comentário sobre a ignorância: se o povo leva em conta besteiras horrendas o que BBB diz, temos um problema educacional ou um problema na seleção do Big Brother? O caminho mais fácil nem sempre é o mais certo.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Campanha Fora Dourado
« Responder #2 em: Fevereiro 20, 2010, 03:10:37 »
Tem um adendo que esqueci de colocar no primeiro post: o Dourado igualou os homossexuais aos nazistas e ladrões. E depois ele insiste em dizer que respeita quem é gay. :gotinha:


Citar
Idril disse que se for ignorada vai matar um,

Claro! Falam tanto em movimentar a SdP, daí a gente cria um tópico sobre qualquer assunto, geek ou não, e todos ignoram. É de querer matar vinte.  :humpf:


A atual edição de longe possui só pessoas politicamente corretas: FATO. Porém, o Dourado extrapola em tudo nas questões de bom senso - pior ainda é a Globo que adora mostrar as opiniões grotescas dele como se fosse algo extremamente normal de ser dito.

A história da contaminação por HIV, por exemplo, totalmente distorcida por ele. Ok, o programa acertou em mostrar isso ao público pra gerar uma polêmica básica em volta do jogador, mas errou ao deixar o Bial somente mandar o povo ir se informar no site do Ministério da Saúde, quando um puxão de orelha seria bem-vindo no Dourado.


Citar
nem é formador de opinião

Aí que você se engana.


Citar
Acho que a preocupação das pessoas devia ser a de identificar problemas no acesso à informações que dizem respeito a aids e, especialmente, corrigir esses problemas antes que mais pessoas se contaminem à toa. Se estão surgindo lendas e enganos a respeito da aids, então estes devem ser corrigidos, crucificar o cara que acreditou seria como xingar alguém porque ele acreditou na loira da banheira que rouba seu rim. Devemos combater a ignorância, não o ignorante.

Me lembrou discurso do Alckmin, mas tudo bem. :lol:

Não tem como combater a ignorância sem combater o ignorante. O que não significa necessariamente jogar pedras no ignorante, literalmente falando. É quase a mesma coisa que querer "combater" as enchentes em Sampa, mas não as causas dela.

Citar
E termino com mais um comentário sobre a ignorância: se o povo leva em conta besteiras horrendas o que BBB diz, temos um problema educacional ou um problema na seleção do Big Brother? O caminho mais fácil nem sempre é o mais certo.

Você já parou pra perceber que o programa não é seguido por centenas ou milhares, mas por milhões? Já parou pra pensar que desses milhões pelo menos 2/4 estão dentro do grupinho "nos alienamos ao que a Globo diz, nos alienamos ao que uma figura popular diz"? Então, Bags, há uma boa quantia de pessoas se afirmando e apoiando o Dourado justamente pelas atitudes homofóbicas dentro do programa.

Sem querer ser arrogante, porém eu que sou da comunidade LGBT te afirmo que há um aumento de ataques morais a homossexuais desde que o Dourado resolveu colocar as asas de fora. Na internet, por exemplo, já não era difícil ver comentários homofóbicos aqui e alí em sites de notícias ou ONGs e comunidades ataques aos LGBT; desde que Dourado resolver dar suas declarações infelizes, os ataques aumentaram um pouco e ganharam um tom de maior liberdade de expressão.

Citar
Simplesmente falta conscientização. Mais do que campanhas "use camisinha", precisa de gente falando claramente e discutindo esses temas abertamente.

Falta a conscientização, que só acontece em época de Carnaval - como se os povo só fizesse sexo no Carnaval. -.-

Também concordo com discutir abertamente o assunto, mas parece que isso é um tabu eterno na sociedade brasileira. Tentam inserir como conteúdo escolar, mas daí os pais acham um absurdo isso ser ensinado na escola - sendo que grande parte dos pais nunca falam sobre esses assuntos com seus filhos.


« Última modificação: Fevereiro 20, 2010, 03:12:24 por Idril »
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica: