Autor Tópico: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação  (Lida 8618 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Religiosos fanáticos de religiões que condenam a homossexualidade. Deputados evangélicos radicais querendo que suas crenças religiosas prevaleçam em leis num Estado que, aegundo a Constituição, é laico. Skinheads e outras gangues apóiam abertamente, mas sob máscaras, as declarações de Bolsonaro - mas os LGBTs e alguns negros não os deixaram falar grosso em manifestações caricatas como a realizada no MASP. Dados indicam que o assassinato de homossexuais decorrentes de homofobia aumentaram e muito neste começo de ano, mas há esses políticos "defensores da família brasileira" que dizem o contrário. Blogueiro esportivo se expressando equivocadamente mas sm ser homofobico - e acaba vendo uma onda de gente contra e favor de seu texto se "esbofeteando" com respostas, RTs e DMs no Twitter.

O assunto é longo e pode tornar-se uma flame war muito facilmente devido a opiniões recalcadas, frases mau escritas e acreditem, devido a intolerância a linhas de pensamentos contrárias mas sensatas. Mas jamais deve ser deixado de lado, pois as coisas só mudam se soubermos dialogar e discutir.

Mesa redonda na barraca da banana já! E O assunto é: discriminação, preconceitos, ismos e fobias da nossa sociedade.

Lembrando a nossa Carta Magna, a Constituição de 1988, quanto a Liberdade de Expressão e deixando en negrito trechos importantes para a temática deste tópico:

Citar
Constituição brasileira de 1988

    Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
        V - o pluralismo político
    Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, liberdade, igualdade, segurança e a propriedade, nos termos seguintes:
        IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
        VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

        IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença
    Art. 220º A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.
        § 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm
« Última modificação: Junho 12, 2011, 10:21:06 por Catú »
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3460
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: A questão da homofobia novamente
« Responder #1 em: Abril 17, 2011, 11:04:24 »
É um assunto complicado mesmo, atualmente. Eu acho que todo mundo tem direito a ter opinião, e não gostar de homossexuais é uma opinião. O que eu não acho certo é a "liberdade de expressão" de opinião nesses casos, porque geralmente atenta contra a liberdade do outro. Basicamente: se eu não gosto de ver um casal gay, opção minha. Mas eu não posso ir lá e falar isso pra eles ou querer sair chegando na voadora, é falta de respeito e aí eu considero discriminação sim.

Considerariam isso preconceito? Eu, por exemplo, dizer que jamais namoraria um negro. Poxa, se eu não achar negros, de modo geral, bonitos, por que raios eu namoraria um? Pra mim é o mesmo tipo de opinião de dizer que não gosta de loiros ou ruivos. Mas já vim com essa numa conversa e consideraram isso preconceito.

E como a Idril disse, é fácil de virar uma guerra se quem ouvir a opinião for o lado "opinado" e se ofender com isso. Tem gente que fica bem sensível.

Enfim, como eu disse, todo mundo tem direito a ter opinião, mas ninguém tem direito de ferir a liberdade do outro de ter sua própria e viver sua vida como quiser.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: A questão da homofobia novamente
« Responder #2 em: Abril 17, 2011, 11:53:10 »
É um tema complicado por haver muitos pontos de vista diferentes. Porém, é um tema rico e que pode ser extremamente produtivo quando discutido sem óticas fanáticas ou extremistas. Bom senso sempre. =]

Há uma diferença entre o preconceito e a opinião. Tornou-se muito bonito falar que fulano é racista quando fala que não namoraria um negro porque não gosta de negroaté quando fala isso pelo simples fato de não sentir atração física (puramente sexual ou emotiva) por um negro. Não é preconceito! É gosto! É totalmente diferente de virar e falar que sente nojo de negros por qualquer motivo que seja.

Porém, se alguém fala que não gosta de loiros todos encaram com normalidade, mesmo que este não gostar de loiros seja algo com carga racista mesmo. É esquisito como invertemos os valores a favor e contra certas coisas.

Na questão da homossexualidade há N pontos, muitos mesmos que quero abordar com calma mais pra frente: quando é preconceito, quando é homofobia e quando não é nenhuma das duas coisas.




Vamos puxar assunto, quero ver este tópico bem rico em discussões! :cerva:

Quando vi a reportagem desta semana do Conexão Repórter, do SBT, cujo tema abordado foi a intolerância contra LGBTs, o que me marcou foi o fato dos skinheads que apareceram para a entrevista terem aceito falar o que queriam e acreditavam - mas mantendo o anonimato. E o mesmo aconteceu na manifestação em frente ao MASP, aonde alguns skinheads vedaram suas faces total ou parcialmente.

Isso não fere isso daqui na Constituição?

Citar
        IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;


Outra coisa que acho importante frisar é que neste mesmo Artigo da Constituição Federal de 1988 há uma parte que aparentemente muitos se esqueceram ou sequer leram (vergonha alheia desse povo):

Citar
        VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;

Ou seja, ninguém pode me privar dos meus direitos civis por conta da minha crença: vejo muita balela dita contra ateus e que fere essa parte da constituição. Ateus e Agnósticos sofrem bastante por conta da sua (falta de) crença.

Essa parte também abre margem para "você não pode me obrigar a ser aquilo que a sua religião obriga que eu seja". Ou não? =]
       
« Última modificação: Abril 17, 2011, 12:06:54 por Idril »
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3460
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: A questão da homofobia novamente
« Responder #3 em: Abril 17, 2011, 12:50:16 »
Isso é verdade. Existe um preconceito grande contra ateus e agnósticos, num país de imensa maioria religiosa. Porém, tenho percebido também uma onda contrária agora, dessa minoria escrachando a religião alheia e botando a culpa dos problemas do mundo nela. Oras, se, de fato, temos muitas pessoas menos instruídas (alguns diriam "mente fraca") que acreditam piamente em baboseiras que lhes dizem somente para lhes tomar o dinheiro, eu acredito piamente que existe uma maioria de pessoas que acreditam no que acreditam porque isso traz conforto, alegria e em infinitas vezes pode ajudar muito a resolver os problemas delas.

Se eu não acredito, o problema é meu. Se elas acreditam, o problema é delas.

Eu só me incomodo quando tentam me forçar a aceitar algumas coisas (não tenho religião nenhuma) ou - e isso é especialmente minha mãe - tratam minhas opiniões sobre alguns assuntos como se eu fosse ignorante. Frases típicas dela, que me deixam fula, são "um dia você vai entender" ou "uma hora você descobre a verdade". ISSO me irrita muito, porque é falta de respeito com a minha crença em não acreditar no que ela acredita :gotinha:

Sinceramente, tenho me irritado mais é com ateus e agnósticos ridicularizarem ou inferiorizarem pessoas que seguem determinadas religiões, especialmente os evangélicos (se é que dá pra botar todos eles num mesmo balaio, já que existem trocentas vertentes). Gente, um dos meninos mais inteligentes da minha turma da faculdade é evangélico e isso NUNCA ficou evidente em nenhum momento na graduação (só ficamos sabendo quando fomos na casa dele um dia). Dizer que eles não acreditam no que diz a Ciência, que são ignorantes, etc., é pura balela.

Idril, acho que o título do tópico vai ter que mudar, se a discussão se ramificar tanto assim :lol:
No mais, gostei muito do pontapé inicial e acho que vai dar uma conversa bem interessante!

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Mesa Redonda # 1: A questão do Preconceito e da Discriminação
« Responder #4 em: Abril 18, 2011, 06:11:43 »
Já alterei. :lol:

Citar
Sinceramente, tenho me irritado mais é com ateus e agnósticos ridicularizarem ou inferiorizarem pessoas que seguem determinadas religiões, especialmente os evangélicos (se é que dá pra botar todos eles num mesmo balaio, já que existem trocentas vertentes). Gente, um dos meninos mais inteligentes da minha turma da faculdade é evangélico e isso NUNCA ficou evidente em nenhum momento na graduação (só ficamos sabendo quando fomos na casa dele um dia). Dizer que eles não acreditam no que diz a Ciência, que são ignorantes, etc., é pura balela.

Pois é, tem o lado inverso também.

Muitos Ateus querem ser respeitados por não acreditarem, porém muitos não respeitam quem crê em algo. Da mesma forma, tem aquele cristão (evangélico, testemunha de jeová ou católico) que insiste em te levar pro lado deles - mas insiste mesmo na base do terror, chegando a ser ofensivo.
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3460
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #5 em: Maio 09, 2011, 02:08:22 »
Isso aqui tá mais pra 2 cadeiras na calçada que pra mesa redonda :roll:

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #6 em: Maio 10, 2011, 02:56:57 »
Pra ser bem sincera, foi-se a época que mais de 4 usuários participavam ativamente da SdP e os tópicos ficavam cheios e divertidos. Foi-se, conformem-se com isso.
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3460
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #7 em: Maio 10, 2011, 03:42:52 »
Pra ser bem sincera, foi-se a época que mais de 4 usuários participavam ativamente da SdP e os tópicos ficavam cheios e divertidos. Foi-se, conformem-se com isso.

Participando ativamente temos 2,5 e olhe lá. Com isso não me conformo.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #8 em: Maio 10, 2011, 09:36:21 »
Talvea agora você entenda o porque de eu raramente passar por aqui, mesmo sendo a dona.
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Luinwen

  • Pastel Especial
  • *****
  • Mensagens: 1704
  • Avaliação de posts: +7/-3
  • Considere as aternativas
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #9 em: Maio 15, 2011, 12:26:05 »
Tá bom, tá bom, eu vou tentar passar por aqui de vez enquando, entre minhas planilhas a criar, aulas a a preparar, aulas a dar, provas a corrigir (uma hora faço um post sobre as "pérolas" que encontei, HAUhauHAUIhauUAhau!!!!!), filhos a cuidar, casa a faxinar, roupa a lavar, e marmanjos a bater (meu esporte favorito, hehe: http://www.swordplay.com.br/).
Puxa, sinto falta disso aqui, ma tem dia que, a hora que percebo, nem penteei o cabelo e já são duas da tarde.
"I´m shieldmaiden, and my hand is ungentle."

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3460
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #10 em: Julho 05, 2011, 03:08:56 »
Precisava mesmo sair essa PLC, porque a coisa está muito feia! Esses religiosos não vão pro céu nem se pagarem tudo que têm pro pastor e comprar um lugar lá.



1) Porque homossexuais são de um terceiro ou quarto sexo, claro, não são homens ou mulheres.
2) Porque Deus quem baixou aqui e escreveu a Bíblia.
3) Porque você pode ser homossexual, desde que nunca se una com outro, pegue na mão, beije ou demonstre afeto de alguma forma, pública ou não.
4) Porque conhecimento bíblico é lei de um país.
5) Porque heterossexuais não cometem crimes de forma alguma, pagam impostos todos corretamente e só têm bons exemplos para dar, ao contrário dos homossexuais, que são o grande mal desse país, trazem o tráfico, a violência, sonegam impostos e molestam nossas crianças. Fogueira neles!

 :roll:

Offline Lady BlaBla

  • Moderador
  • ******
  • Mensagens: 106
  • Avaliação de posts: +0/-0
  • Sexo: Feminino
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #11 em: Julho 05, 2011, 04:05:30 »
Falar que homossexual é o terceiro sexo é acefalia. Quem adora esse discurso é o senador Magno Malta, que fez o favorzão de falar isso naquela Marcha pela Família (tosca).

E eles falam como se o conhecimento bíblico fosse a salvação mundial. Esse povinho esquece que ter conhecimento bíblico é muito diferente de sair por aí fazendo a sua própria interpretação dos fatos.
« Última modificação: Julho 05, 2011, 04:07:47 por Lady BlaBla »
I don't write HTML, but I can if you like.

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #12 em: Julho 05, 2011, 04:13:07 »
Infelizmente, a PLC 122/2006 será arquivada graças a frente evangélic, Marta SUplicy lutou bravamente pela aprovação e tramitação do projeto mas não deu. A esperança agora é uma outra PLC, menos desgastada e que conta com o apoio da frente evangélica - e só por conta da parte de deixá-los falarem mal da homossexualidade e homossexuais ser permitida na nova PLC.  :?

Aí eu pergunto: Até quando essa merda de religiões cuspindo na Constituição e mandando e desmandando no Congresso Nacional? ATÉ QUANDO, BRASIL?
:porra:

Aliás, vi no Tumblr uma tirinha que bate bem com a realidade brasileira de cegueira e burrice por conta da religião. Vale para evangélicos, católicos, muçulmanos (para a qual a tirinha foi feita inicialmente) e qualquer fanático e fundamentalista que diz fazer as coisas em nome de Deus:



EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3460
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #13 em: Julho 05, 2011, 04:56:55 »
E a contradição, né. A nova PLC tem apoio dos evangélicos SÓ porque eles vão poder continuar a falar mal e xingar os homossexuais. Os direitos desses serão assegurados, mas isso também não vai contra as crenças evangélicas? É mais um "ok, podem ficar aí, mas quero ter meu direito de te apedrejar assegurado"?

Offline Tilion

  • Robin Hood
  • Pastel de Bacalhau
  • ****
  • Mensagens: 590
  • Avaliação de posts: +16/-2
  • Sexo: Masculino
  • Keep Yourself Alive
Re: Mesa Redonda #1: A questão do preconceito e da discriminação
« Responder #14 em: Julho 05, 2011, 06:00:42 »
Tô pra ver maiores desgraças e atrasos cometidos contra a humanidade do que os causados por esses "conhecimentos bíblicos" ou de qualquer outro texto religioso.

É o que dá abrir mão da própria consciência e senso crítico em favor do que tá escrito num livro.

Na boa, não tem solução. Enquanto existir gente que só sabe enxergar um livro religioso pela frente, vai ser esse atraso mental. E só piora a cada dia. Já perdi completamente a esperança de qualquer melhora.
Alassë :grinlove: