Autor Tópico: [Batismo #1] Festas Juninas  (Lida 14501 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline Lady BlaBla

  • Moderador
  • ******
  • Mensagens: 106
  • Avaliação de posts: +0/-0
  • Sexo: Feminino
[Batismo #1] Festas Juninas
« em: Junho 12, 2011, 08:24:11 »
Inesperado eu vir aqui só pra abrir este tópico? Sim. Mas já que tô aqui, termino o serviço, néam!

Este é o primeiro Batismo Cultural que rolará na Sociedade do Pastel - a Idril não visou ninguém, o papo só ficou entre a equipe porque ela é lerda demais. Enfim, vocês a conhecem e uma hora sairá um mega texto explicando WTF é esta nova seção no fórum, bem como qualquer outra novidade.  :wink:

Espero que gostem deste daqui, porque não foi nada fácil fazê-lo sem ficar com fome e sem ficar irritada com o tamanho das fotos e muito o mais - fora a preguiça pra resumir algumas partes.


 :gneh:




Junho, o mês do frio em partes do Brasil e muito calor mundo afora. E o homem teve a GE-NI-AL idéia de criar as festas juninas nesta época: quentão pra aquecer os corações (dos bêbados), muitos doces e guloseimas para manter o corpo firme e forte (e gordo, mas foda-se, me empanturro mesmo de paçoquinha, doce de abóbora e maçã do amor).

Passem vontade aí, bees:



Tem mais ainda.




(Deu fome e a única coisa que tem de doce por aqui é açúcar.  :gagaroll: )

Indo pra parte cultural: festas juninas não são festas tão tipicamente brasileiras; o jeito como comemoramos que é único, claro: não comemoramos somente o dia de São João, mas de tudo quanto é santo que surgir no mês de junho - e se deixarem, os de julho também (eta povo desocu.... ops, festeiro!). :dente:

É um ritual feito especialmente a São João e comemorado em vários países mundo afora, dentre os quais: Dinamarca, Estônia, Finlândia, Letônia, Lituânia, Noruega, Suécia, países aonde as celebrações são tão importantes quanto por aqui; também é possível encontrar festanças em outras partes, como Irlanda, Reino Unido, França, Itália, Malta, Portugal, Espanha, Ucrânia, Canadá, Estados Unidos, Porto Rico e Austrália. Daí o motivo por lá fora ser conhecido como St John's Eve.


A fogueira junina é de origem pagã: é uma antiga tradição de celebrar o solstício de verão. Muito comum nas festas de São João européias - e nas juninas brasileiras embora não estejamos NADA preocupados em celebrar solstício ou equinócio de *orra alguma. A igreja católica deu uma cristianizada no costume, afirmando que o ato de acender fogueiras no começo do verão europeu tinha raízes num acrodo feito entre as primas Maria e Isabel: para avisar Maria sobre o nascimento de São João Batista e obter auxílio após o parto, Isabel (não a nossa, gente) teria de acender uma fogueira sobre um monte. #wikipédia adaptation feelings

Fogueiras são coisas legais para os finlandeses nesta época. Talvez seja o ritual junino mais levado a sério por eles, além do fato que eles passam o dia de São João festejando pela cidade afora.


O uso de balões é um costume meio que português e brasileiro. Na verdade, é bem mais português. O costume foi trazido para o Brasil através dos portugueses, mas quem tem o hábito pejorativamente português de soltá-los criminalmente somos nós, os brasileiros. ( :gotinha: ). O mesmo vale para os fogos de artifício, rituais que ocorrem em Portugal e Brasil respectivamente - mas aprecem ter muito mais importância no Nordeste brasileiro.


O Mastro de São João (em Portugal, Mastro dos Santos Populares) é erguido para celebrar os três santos da festa junina: São João, Santo Antônio e São Pedro. Foi mais um dos costumes pagãos a ser cristianizado: o ato de erguer o mastro tem origens na tradição pagã "mastro de maio", costume ainda vivo em partes da Europa. Importante falar que o levantamento do mastro em maio em Portugal também é erguido em junho para celebrar as festas deste mês - idem para o majstången, na Suécia.





E sobre a Quadrilha?

Ah, as quadrilhas e suas danças que fazem muita gente pagar mico e se divertir também! É um assunto longo: a quadrilha brasileira tem como origem a dança francesa "quadrille", que era uma dança bastante popular na França até meados da Primeira Guerra Mundial e tem como orignem a "contrandanse", que por sua vez desenvolveu-se a partir de uma dança inglesa campesina do século III (ou seja, faz tempo).  A dança chegou em nosso país graças a gente rica e fina da época: depois que foi cair no gosto popular, pra variar (porque a maioria das coisas naquela época eram assim: os ricos aproveitavam, "aprovavam" e a ralé só curtia depois - vide o futebol).

Com o tempo, a quadrilha se fundiu com danças e ritmos brasileiros e teve evoluções (entre elas o aumento do número de pares e o abandono de passos e ritmos franceses). Ainda que inicialmente adotada pela elite urbana brasileira, esta é uma dança que teve o seu maior florescimento no Brasil rural (daí o vestuário campesino), e se tornou uma dança própria dos festejos juninos, principalmente no Nordeste. A partir de então, a quadrilha, nunca deixando de ser um fenômeno popular e rural, também recebeu a influência do movimento nacionalista e da sistematização dos costumes nacionais pelos estudos folclóricos. #Wikipédia Again

Graças a esse contato com diferentes danças do país desde o século XIX, a Quadrilha sofreu influencias regionais e ganhou diversas variantes, dentre as quais cito a Quadrilha Caipira (São Paulo), o Saruê (centro do Brasil), Mana-Chica (Rio de Janeiro) e o Baile Sifilítico (Bahia).


Em geral, para a prática da dança é importante a presença de um mestre "marcante" ou "marcador", pois é quem determina as figurações diversas que os dançadores devem desenvolver. Termos de origem francesa são ainda utilizados por alguns mestres para cadenciar a dança.

A caracterização é algo importante na Quadrilha: o mais comum, como estamos CANSADAS de saber, é a caracterização caipira. Aliás, numa festa junina tipicamente brasileira, até quem não se arrisca na quadrilha costuma ir vestido meio que caipirês pras festas. Taí abaixo um guia pros gringos que estão de passagem pelo Brasil e não sabem ou não entendem a essência das festanças juninas por aqui quanto ao vestuário.





Voltando a Quadrilha, é de lei ter um casamento fictício. E esse "costume teatral" tem também origens européias: liga-se as festas de São João que ocorrem por lá, que também celebram uniões matrimoniais. No final das contas, aqui deu pra sacar um pouco de como soa os festejos juninos pelo menos em boa parte da Europa também: fogueiras (ou balões), mastros, casamentos (fictícios ou não) e quadrilha.

Aliás, falando em Brasil: é comum termos outros estilos musicais marcando presença nas festas: forró, baião, xote, xaxado e sertanejo.




Aqui tá uma foto roubada da Wikipédia de como a cidade de Porto em Portugal fica em festa de São João. Parece Ano Novo na Avenida Paulista, néam!





AInda em Portugal, uma foto tradicional das festas por lá - algo que é encontrado por aqui também em comuidades portuguesas (duh).






França? Féte de la Saint-Jean!

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=MTJX-JWfXxw" target="_blank">http://www.youtube.com/watch?v=MTJX-JWfXxw</a>


Canadá, mas precisamente em Quebec - muitas similaridades com as festas francesas, pois boa parte do Canadá tem ascendência francesa.




Na Estônia, um grupo em trajes típicos para o St John's Eve - dá pra perceber que neste quesito pouco muda-se de Portugal para certos países europeus:


Fonte: http://balticreports.com


E pra finalizar nosso primeiro batismo cultura, FESTA JUNINA DA TURMA DA MÔNICAAAAAAAAAA!!!









Mais em:

Info Escola: Festa Junina Em Portugal
Wikipédia: Festa Junina
« Última modificação: Julho 03, 2011, 04:35:01 por Alassë »
I don't write HTML, but I can if you like.

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3451
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: (Batismo Cultural) Arraial da Sociedade do Pastel 2011
« Responder #1 em: Junho 12, 2011, 09:07:08 »
Adorei o post!!

Eu odeio dançar, mas participei de todas [as danças juninas] desde o jardim até a 6ª série. Também não curto a maioria das comidas. Sendo assim, não sei explicar o motivo de gostar tanto de festas juninas, só sei que sempre me empolgo. Tanto que vou fazer uma aqui em casa, pra reunir o pessoal da faculdade, com trajes típicos inclusos. Postarei fotos quando ocorrer =D

Achei super bacana conhecer alguns costumes de outros países; achei que essas festas fossem exclusividade nossa e me enganei totalmente.

Sei que no sul eles não costumam usar as fantasias de caipira que usamos aqui em SP. O Tilion poderia falar um pouco delas pra gente. Igualmente o Proview, dar uma mostrinha de como elas são lá em Alagoas =]

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: (Batismo Cultural) Arraial da Sociedade do Pastel 2011
« Responder #2 em: Junho 12, 2011, 09:27:31 »
Pois é, Proveiw e Tilion. Mostrem aí como é na região de vocês! Se joguem no Batismo Cultural - cuja essência irei explicar nesta semana lá nos Editais. =]
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Tilion

  • Robin Hood
  • Pastel de Bacalhau
  • ****
  • Mensagens: 584
  • Avaliação de posts: +16/-2
  • Sexo: Masculino
  • Keep Yourself Alive
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #3 em: Junho 12, 2011, 01:59:20 »
Não tenho o que falar das daqui, já que lembro das que eu ia quando eu era pequeno, e essas foram em Ribeirão Preto, SP, onde passei a infância, e essas são as caipiras tradicionais.

O máximo que sei das do RS é que usam trajes típicos daqui, as pilchas.
Alassë :grinlove:

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3451
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #4 em: Junho 12, 2011, 02:05:17 »
Mas vc não era tão velho quando voltou pro Sul e seus irmãos menos ainda. Eles não iam nas festinhas?

Offline Tilion

  • Robin Hood
  • Pastel de Bacalhau
  • ****
  • Mensagens: 584
  • Avaliação de posts: +16/-2
  • Sexo: Masculino
  • Keep Yourself Alive
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #5 em: Junho 12, 2011, 02:34:50 »
Não lembro.
Alassë :grinlove:

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #6 em: Junho 12, 2011, 02:46:23 »
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Proview

  • Padawan de Pasteleiro
  • ******
  • Mensagens: 2785
  • Avaliação de posts: +32/-12
  • Sexo: Masculino
    • Por Linhas Tortas
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #7 em: Junho 12, 2011, 10:40:30 »
Q post legal! :cerva:

A festa junina sempre marcou minha infância, pq em Delmiro (interiorzão de Alagoas), a rua da minha casa fechava inteira a passagem de carros e todo mundo passava a noite na rua com um som tocando forró (O pé de serra não o de hoje) e outras músicas juninas, além de fazer as super fogueiras (na época eu achava 20° muito frio, então de madruga a as vezes fazia essa temperatura lá, mas era tanta fogueira que nem sentia o frio direito).

Minha mãe sempre gostou de organizar um jantar para a família inteira, então era sempre uma festa. Mais divertido até que o Natal, que era algo mais formal acho.
Tinha de tudo, arroz doce, pamonha, mungunza, abacatada, bolo de milha e de fubá entre outras coisas.
Eu, como uma pessoa fresca com comidas, não gostava muito de comida junina, mas sempre achava bonito a mesa com esses pratos.

Já meu pai comprava muitos fogos e ficava soltando com a gente. Todo mundo da rua se divertia.

Aí eu vim para São Paulo e nunca mais passei um São João lá :dente:

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #8 em: Junho 13, 2011, 03:39:42 »
Que lega, Pró!  :D

Aqui, entre o final da década de 1980 e o começo da de 1990, organizávamos festas juninas dentro do condomínio,  - depois passaram a organizar no condomínio do lado, aonde o espaço é menor. Era muito legal, todos se vestiam a caráter, tínhamos barracas com guloseimas e organizávamos a prisão num dos locais com portão e ao ar aberto que há por aqui (perto do lixo :lol:).

E como EU SOU RICA, quando o SBT ficava aqui perto recebíamos visitas do Bozo da época (não caracterizado, é claro) e algumas outras "celebridades" da emissora na época.  :esnobe:

Nesta época, a quantidade de festas juninas no bairro era absurda: quermesses nas igrejas da região, algumas ruas fechavam, quem tinha casa e um quintal imenso (bem aquelas casas antigonas que lembram fazendas) organizava festas para a região com direito a bingo, pescaria e quadrilha. Era muito legal porque todos eram mais próximos e havia aquele sentimento interessante de amizade, especialmente por conta de 90% das crianças estudarem na mesma escola e todo mundo se conhecer nas redondezas.

Falando em escola, era comum até 1999 ter festa junina aonde estudei até a 8ª Série. A escola e os alunos levavam a sério, do pré a 8ª série ninguém ficava de fora (exageros a parte, tinham aqueles que não se envolviam na organização, embora iam nas festas). Adorava essa época na escola, era muito contagiante ver alunos e professores envolvidos na organização, muitos preocupados com a decoração, com as barracas de comidas, rifas, prendas e com os ensaios de danças (participei de uma dança em 1995 pra nunca mais participar :lol:). Por ser tão contagiante, a festa começava já no primeiro dia de organização, ou seja, quase um mês antes - e quando chegavam os finais de semana de festa, a gente se acabava de tanto comer, dançar e óbviamente, aprontar.

Depois de anos e anos dessa alegria toda na escola, as novas gerações começaram a "cultuar" outras coisas, a escola perdeu o interesse em festas juninas, a Prefeitura engrossou as vistas pelo fator $$$ rolar em festas e tudo acabou: os adolescentes da minha geração em 2000 queriam saber da festa junina da Portuguesa, aonde sempre houve uma festa muito bacana e cheia de atrações e shows (por preços convidativos e, por sinal, a festa do clube é uma das melhores de Sampa). Lembro até hoje do fiasco que foi a festa junina de 2000 que as duas 8ª séries organizaram pra arrecadar grana pra nossa formatura: só davam alguns alunos de ambas as séries, alguns outros da escola, uns professores, a diretora uns três pais... Ninguém mais. Eu tinha 14 anos e lembro de ter comprado quase que uma caixa inteira de doce de abóbora de uma aluna (fiasco mesmo a organização ter que comprar o que não vendeu, se bem que o doce era maravilhoso). :todaschora:

Falando na festa junina da Portuguesa de Desportos, costumava ir lá direto quando a mensalidade da família estava em dia (porque daí pagávamos mais barato na entrada, né :lol:). Como o nome já diz, o clube é de tradição lusitana, logo há os rituais tipicamente portugueses e até mesmo bonitos de serem vistos - e olhem bem, crianças participam desses rituais, não é coisa de adulto somente. É dita como uma das melhores da cidade por misturar esses costumes lusitanos com o costume brasileiro "clássico" e "moderno" de festejar: há as barracas para ganhar prendas, as de comes e bebes, barracas de exposição de coisas e outras de vendas, muitos brinquedos (até barca viking e carrinho bate bate tinha quando eu ia) e a maior atração de uns 10 anos ou mais pra cá: os shows organizados no estádio do clube, contando com artistas de peso vez e outra como Chitãozinho & Xororó, bandas de pagode (eca) e o clássico Roberto Leal (e nem sei mais se ele aparece na Portuguesa, mas as festas de lá não são as mesmas sem a presença dele :lol:).

Quanto as quermesses: eram bem divertidas também, mas dependia muito do padre que estivesse no comando da igreja na época. Houve uma época em que as festas eram mais tradicionais, outra na qual a área da igreja ficou cheia de brinquedos e barracas - numa dessas lembro de ter ido na barca viking, no carrinho bate bate e de que estavam tocando Micheal Jackson "One Day In Your Life" e músicas Antena 1 FM ao invés de músicas de festa junina (e era a época na qual eu fazia parte da banda da igreja). :rofl:

Olho pra tudo isso que fiz até meus 15 anos de idade e comparo com o que fiz depois: :porra:, me divertia muito mais nessas festas antigamente do que nos dias de hoje, tô pra encontrar uma festa junina boa e que nã oseja apática como as últimas que visitei!
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Idril

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 5945
  • Avaliação de posts: +65535/-42314
  • Sexo: Feminino
    • Eu mesma!
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #9 em: Junho 13, 2011, 01:05:50 »
Fica a dica:






* Queimei a lingua nesse vinho quente aí;

* Perdi no bingo. Porém, minha mãe ganhou;
EU SOU RICAAAAAAAAAAAAA!!!
:eusourica:

Offline Xuxa Verde

  • Celebridade
  • ******
  • Mensagens: 63
  • Avaliação de posts: +1/-4
    • Senta.La
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #10 em: Junho 13, 2011, 01:19:45 »
* Queimei a lingua nesse vinho quente aí;

 :facepalm:

Offline Lady BlaBla

  • Moderador
  • ******
  • Mensagens: 106
  • Avaliação de posts: +0/-0
  • Sexo: Feminino
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #11 em: Junho 13, 2011, 01:45:42 »
* Queimei a lingua nesse vinho quente aí;

 :aimeudeus:



Enfim, estava aqui pensando sobre algo: música de festa junina!

Sabemos que nas festas não tocam o básico e batido baião, forró, xote e sertanejo de raiz. Tocam de tudo e de uns tempos pra cá, PELAMORDEDEUS!

Parece que boa parte das festas "típicas" andam sofrendo invasões e mutações grotescas: funk carioca pra tudo quanto é lado, axé desde 1994! Se não fossem pelas pessoas mais velhas acostumadas as tradições, estaríamos todas morta:todaschora:
I don't write HTML, but I can if you like.

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3451
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #12 em: Junho 13, 2011, 01:55:14 »
* Perdi no bingo. Porém, minha mãe ganhou;
 

 Nunca ganhamos bingo. Nem numa vez, em que no lugar lá tinha um zilhão de prendas, algumas pessoas ganharam mais de uma vez e o organizador deu uma cartela extra pra todos que não tinham ganhado nada, pra dar mais chance pra eles. Eu e minha mãe fomos praticamente as únicas que não levamos nadica  :gotinha:
 
Enfim, estava aqui pensando sobre algo: música de festa junina!

Sabemos que nas festas não tocam o básico e batido baião, forró, xote e sertanejo de raiz. Tocam de tudo e de uns tempos pra cá, PELAMORDEDEUS!

Parece que boa parte das festas "típicas" andam sofrendo invasões e mutações grotescas: funk carioca pra tudo quanto é lado, axé desde 1994! Se não fossem pelas pessoas mais velhas acostumadas as tradições, estaríamos todas morta:todaschora:

Desde os meus tempos infantis que o country (a.k.a. breganejo aqui no Brasil) anda pegando o lugar das músicas tradicionais (Fagulhas pontas de agulhas, brilham estrelas de São João :jive: ). Um dos motivos eu creio que seja uma certa frescura AQUI EM SP de coisas caipiras, tradições, serem chatas e tals. Especialmente entre os adolescentes. Aí em festinhas juninas de escola só aparecem de vestidinho, remendos e chapéus de palha os filhotes do jardim de infância. Porque os outros só aceitam participar se tocar música de rodeio  :sno: .

Isso é tremendamente idiota, né. Nas outras regiões, de modo geral, o povo é super bairrista, gosta das tradições do estado e tals. Só aqui em SP eu vejo essa pouca ou nenhuma identidade com os costumes antigos. E isso é bem triste.

Offline Lady BlaBla

  • Moderador
  • ******
  • Mensagens: 106
  • Avaliação de posts: +0/-0
  • Sexo: Feminino
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #13 em: Junho 19, 2011, 10:11:05 »

Desde os meus tempos infantis que o country (a.k.a. breganejo aqui no Brasil) anda pegando o lugar das músicas tradicionais (Fagulhas pontas de agulhas, brilham estrelas de São João :jive: ). Um dos motivos eu creio que seja uma certa frescura AQUI EM SP de coisas caipiras, tradições, serem chatas e tals. Especialmente entre os adolescentes. Aí em festinhas juninas de escola só aparecem de vestidinho, remendos e chapéus de palha os filhotes do jardim de infância. Porque os outros só aceitam participar se tocar música de rodeio  :sno: .

Isso é tremendamente idiota, né. Nas outras regiões, de modo geral, o povo é super bairrista, gosta das tradições do estado e tals. Só aqui em SP eu vejo essa pouca ou nenhuma identidade com os costumes antigos. E isso é bem triste.

 :bico:

Então, não é algo exclusivo de São Paulo. Isso acontece em muitas outras cidades do Brasil afora, seja cidades de interiorzão, sejam capitais.

Já fui em festa de cidade pequena de Minas Gerais aonde tocam funk carioca, axé e esse sertanejo novo que invadiu as rádios (não somente o chamado "sertanejo universitário", mas o mesmo do tipo que tocou numa festa que fui (cuja letra era um ode escancarado ao amor e cornice nas redes sociais, com direito a um refrão de dar dó aos ouvidos das crianças).
I don't write HTML, but I can if you like.

Offline Alassë

  • Administrador
  • ******
  • Mensagens: 3451
  • Avaliação de posts: +44/-16
  • Sexo: Feminino
  • Imagine
Re: [Batismo] Festas Juninas
« Responder #14 em: Junho 19, 2011, 02:42:04 »
Então, não é algo exclusivo de São Paulo. Isso acontece em muitas outras cidades do Brasil afora, seja cidades de interiorzão, sejam capitais.

Já fui em festa de cidade pequena de Minas Gerais aonde tocam funk carioca, axé e esse sertanejo novo que invadiu as rádios (não somente o chamado "sertanejo universitário", mas o mesmo do tipo que tocou numa festa que fui (cuja letra era um ode escancarado ao amor e cornice nas redes sociais, com direito a um refrão de dar dó aos ouvidos das crianças).

Blé, então é pior do que pensei.  :tsc: